Com temporada pífia e em meio a escândalos, Corinthians anuncia novo técnico no apagar das luzes do ano

0
1313

fabio_carille_1001

Se o homem pudesse apagar da linha do tempo determinados períodos, o ano de 2016 certamente já teria saído do calendário do Sport Clube Corinthians Paulista, o alvinegro paulistano. Tendo colecionado seguidos fracassos ao longo da atual temporada, o Timão encerra o ano de forma melancólica.

Sem treinador na equipe principal de futebol desde a demissão de Oswaldo de Oliveira, a diretoria corintiana saiu a campo em busca de um nome de peso que pudesse fazer frente à história do clube. Como esperado, os cartolas receberam uma sequência de nãos, o que mostra a má fase que reina na seara do Parque São Jorge.

Sem rumo desde a saída de Adenor Leonardo Bachi, o genial Tite, agora no comando da seleção brasileira de futebol, o Corinthians mergulhou em um oceano de trapalhadas, muitas delas de responsabilidade da própria diretoria, que mais uma vez vive uma guerra silenciosa e covarde pelo poder. Escândalos e denúncias de corrupção fora das quatro linhas e resultados nada convincentes nos gramados, o Corinthians terá de se reinventar para sobreviver.

Fora da Copa Libertadores da América, fruto do péssimo desempenho do clube no Campeonato Brasileiro, o Timão anunciou na manhã desta quinta-feira (22) o novo técnico do clube, após vários treinadores rejeitarem as investidas alvinegras. Trata-se de Fábio Carille, auxiliar técnico do time principal e discípulo de Tite. O que, em tese, elimina a necessidade de uma fase de adaptação.


Carille conhece não apenas as falhas e carências do elenco atual, mas também as dificuldades financeiras do clube, que vem fazendo malabarismo para honrar seus compromissos. Sem o dinheiro da participação na Libertadores, o que também rende recursos extras de patrocínio, o Corinthians terá de fazer milagre para não retornar ao período em que derrotas e fracassos foram o cardápio do cotidiano durante anos.

No clube de Parque São Jorge desde 2009 como auxiliar técnico, Fábio Carille atuo nos gramados como lateral esquerdo e zagueiro. Ele assumiu o comando técnico do Corinthians em duas ocasiões na atual temporada: após a saída de Tite e depois da demissão de Cristóvão Borges. Nesse curto período conquistou quatro vitórias, um empate e três derrotas. Após a demissão de Cristóvão, o novo treinador ouviu do presidente do clube, Roberto de Andrade, a promessa de que continuaria à frente da equipe até o final deste ano, o que não aconteceu por causa da contratação de Oswaldo de Oliveira.

Depois das negativas de Guto Ferreira (Bahia) e Dorival Júnior (Santos FC), o Corinthians iniciou negociações com Reinaldo Rueda, do Atlético Nacional (Colômbia), mas uma cirurgia no quadril a que se submeterá o treinador inviabilizou eventual acordo. O técnico Marcelo Oliveira também foi procurado pelo Corinthians, mas seu nome não era entre os cartolas alvinegros.

apoio_04

SEM COMENTÁRIOS