Criador do PayPal, Elon Musk quer conectar cérebros humanos a computadores

0
785

Empreendedor e guru tecnológico, Elon Musk indicou, nesta terça-feira (28), estar trabalhando em nova startup, focada em criar uma interface que conecte cérebros a computadores – como parte de sua estratégia para ajudar os seres humanos a lidar com a chamada inteligência artificial.

Musk, fundador da montadora de carros elétricos Tesla e da empresa de transporte espacial SpaceX, se referiu à nova empresa, chamada Neuralink, numa mensagem em sua conta no Twitter, um dia depois após reportagem do jornal “The Wall Street Journal” (WST) ter noticiado a criação da startup. Na mensagem, Musk afirmou ainda que irá elaborar melhor seus planos numa postagem num blogue em breve.

O WST havia informado na segunda-feira (27) que a nova startup focará em “laços neurais’, tecnologia que busca implantar minúsculos eletrodos cerebrais capazes de carregar (upload) e baixar (download) pensamentos.

Musk já havia falado sobre a ideia de laços neurais anteriormente, alegando que estes podem ampliar o poder dos cérebros das pessoas ao conectá-los diretamente a computadores.


A reportagem afirmou que Musk assumiu um papel ativo na criação da empresa e pode desempenhar um “papel de liderança significativo”, apesar de o empreendedor dirigir outras duas grandes companhias.

A Neuralink foi registrada em julho do ano passado na Califórnia como uma empresa dedica à pesquisa médica. Segundo o WST, a companhia ainda está na “fase embrionária”.

O jornal também mencionou que o bilionário Peter Thiel também poderá se juntar ao projeto como investidor. Thiel, que Musk conhece desde o tempo em que ambos fundaram o PayPal, é um dos poucos no Vale do Silício que apoiam o presidente dos EUA, Donald Trump.

Considerado um dos visionários mais notáveis do Vale do Silício, Musk é a força por trás da Tesla, parte de um esforço para mover a indústria automotiva do combustível fóssil à propulsão elétrica. Ele também está envolvido nos planos da SpaceX de transportar pessoas ao espaço. (Com agências internacionais)

apoio_04

SEM COMENTÁRIOS