|

Decano do Senado, gaúcho Pedro Simon analisa em novo livro relação entre fé e política

Novo em folha – Recordista nas tardes do pavilhão de autógrafos da Feira do Livro de Porto Alegre, o senador Pedro Simon (PMDB-RS) lança na quinta-feira (7), às 16 horas, o livro “Fé e Política – de Pedro a Francisco”. Nessa nova obra, Simon comenta a conjuntura nacional e analisa as relações entre a fé e a política, tomando como ponto de partida as manifestações populares de junho passado e a vinda do papa Francisco ao Brasil.

O senador ainda chama a atenção para o valor da educação no contexto atual. “Eu não tenho dúvida de que a mudança de enredo da nossa história política está na educação”, afirma. Simon destaca a atuação do novo papa, sucessor de Bento VI, identificando sua mensagem com as palavras de São Francisco. “Ao escolher o nome de Francisco, um reformador, o cardeal Jorge Mario Bertoglio deu ao mundo seu recado sobre que tipo de orientação a Igreja deveria seguir”, escreve o senador.

Membro da Ordem Terceira de São Francisco, Pedro Simon avalia que “ser franciscano no mundo da política, nos dias atuais, é marchar contra a corrente”. Em discurso no Senado sobre o livro, Simon ressaltou as palavras do papa sobre os protestos de junho no Brasil, que surpreenderam o país e o mundo. “A religião não deve ficar limitada à sacristia e a Igreja não pode se tornar uma ONG caridosa”, lembrou o senador, que ao longo da vida já publicou mais de cem livros.

Sessão de autógrafos
7 de novembro, quinta-feira, às 16h
Pavilhão Central da Feira do Livro de Porto Alegre

Link para esta matéria: http://ucho.info/?p=76301

Últimas notícias