FIFA: português Cristiano Ronaldo é eleito pela quarta vez o melhor jogador do ano

0
493

cristiano_ronaldo_1005

Atacante do Real Madrid, o português Cristiano Ronaldo (CR7) foi escolhido pela FIFA como o melhor jogador do planeta em 2016. Nascido na Ilha da Madeira, CR7 concorreu com o argentino Lionel Messi, do FC Barcelona, e o francês Antoine Griezmann, do Atlético de Madrid, finalistas do prêmio “The Best”, criado após a “Bola de Ouro” voltar a ser organizada apenas pela revista “France Football”.

É a quarta vez que Cristiano Ronaldo ganha o título de melhor jogador do ano, depois de conquistar a “Bola de Ouro”, coroando uma temporada (2015-2016) que esteve a um passo da perfeição. CR7 venceu a Champions League, Campeonato Espanhol e Copa do Rei com o Real Madrid, além da Eurocopa com a seleção portuguesa.

Messi fez mais gols (59 a 55), deu mais assistências (32 a 17), mas o peso dos títulos conquistados por Cristiano Ronaldo e sua impressionante atuação pela seleção portuguesa (13 convocações, 13 gols, três assistências) lhe garantiram o troféu “The Best” da FIFA.

De 1991 a 2009, a FIFA entregou o troféu “Melhor Jogador do Ano”, em concomitância à “Bola de Ouro”. Cristiano Ronaldo venceu ambos os prêmios em 2008. De 2009 a 2015, os dois prêmios uniram-se como “Bola de Ouro FIFA”, que foi para as mãos de CR7 em 2013 e 2014. O maior ganhador dos troféus da entidade máxima do futebol planetário é Lionel Messi, que conquistou o cobiçado em cinco ocasiões: 2009, 2010, 2011, 2012 e 2015.


A melhor jogadora de 2016 é a norte-americana Carli Lloyd (seleção dos EUA e do Houston Dash), repetindo a conquista do ano anterior. Concorreram também ao prêmio a brasileira Marta (FC Rosengård – Suécia) e a alemã Melanie Behringer (seleção da Alemanha e Bayern de Munique).

O prêmio Puskáz, de gol mais bonito do ano, ficou com o malaio Mohd Faiz Subri, que teve como concorrentes o brasileiro Marlone (Corinthians) e a venezuelana Daniuska Rodríguez.

O melhor técnico da temporada é o italiano Claudio Ranieri, que levou o Leicester ao triunfo na Premier League. Ranieiri concorreu ao prêmio com Zinedine Zidane, do Real Madrid, e Fernando Santos, da seleção de Portugal.

A tradicional “festa de gala” da FIFA teve mudanças na edição deste ano. O evento aconteceu em um estúdio de televisão de Zurique, não em um teatro da cidade suíça, como anteriormente. A apresentação foi feita pela atriz norte-americana Eva Longoria e o alemão Marco Schreyl.

A premiação deu voz aos torcedores, cujos votos pela internet tiveram peso de 25% na contagem final. Jornalistas escolhidos pela FIFA tiveram outros 25% e os 50% restantes foram votos de técnicos e capitães de seleções nacionais.

apoio_04

SEM COMENTÁRIOS