Números da economia comprovam cada vez mais a devastadora incompetência do governo do PT

0
265

Sem saída – Afirmar que a economia brasileira é um barril de pólvora prestes a explodir é muito pouco perto das incertezas que vivem os cidadãos. A economia sob o comando dos gênios do PT pode ser comparada a um ciclista, com uma perna amputada, que tenta atravessar o Grand Canyon pedalando sua bicicleta, com um só pedal, sobre um longo e estreito cabo de aço esticado. Ou seja, a tragédia é tão certa quanto à tensão que domina o ciclista e os expectadores.

Compreender o que se passa no cotidiano da economia nacional é algo cada vez mais difícil, a ponto de as próprias autoridades não se entenderem. Enquanto de manhã um ministro faz determinada afirmação, à tarde outro faz declaração oposta.

O Palácio do Planalto pode até discordar, mas os números não nos deixam mentir. Em janeiro deste ano, a inadimplência do comércio varejista avançou 11,8% na comparação com o mesmo mês do ano anterior, de acordo com a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). O que significa que mais pessoas estão deixando de honrar seus compromissos.

Também em janeiro, aumentou o número de pessoas que procuraram bancos e instituições financeiras à procura de crédito. Segundo a Serasa Experian, o Indicador da Demanda do Consumidor por Crédito avançou 2,2% em janeiro, na comparação com dezembro de 2012. Se comparada com janeiro do ano passado, a demanda por crédito cresceu 12,3%.

Em 2012, a arrecadação de impostos levou aos cofres do Estado (União, estados e municípios) R$ 1,556 trilhão. Desde o primeiro dia do ano até as 14 horas da quinta-feira (14), os brasileiros já tinham desembolsado R$ 200 bilhões em impostos, conforme registrou o “Impostômetro” da Associação Comercial de São Paulo.

Com todos esses números, mais as medidas adotadas pelo governo federal, como redução de IPI e desoneração da folha de pagamento para alguns setores, a economia cresceu menos de 1% em 2012. Fosse pouco, o governo de Dilma Rousseff insiste em reverter a crise econômica incentivando o consumo, estratégia cuja ineficácia já está provada.

O PT há uma década brinca de governar, mas na realidade o que conseguiu fazer foi abusar da pirotecnia e da mitomania oficiais, levando a parcela incauta da população a creditar no inacreditável. O pior nesse cenário é que há direitistas larápios que apoiam as sandices desses socialistas gatunos. Enfim, como disse Lula, um comunista de botequim, “nunca antes na história deste país”.

SEM COMENTÁRIOS