Presidente do México diz que país não arcará com os custos do muro prometido por Donald Trump

0
492

pena_nieto_1002

Enrique Peña Nieto, presidente do México, disse nesta quarta-feira (11), mais uma vez, que seu país não pagará pelo muro que o presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, pretende construir na fronteira entre ambos os países. Contudo, o mexicano declarou estar disposto a manter uma boa e cordial relação com o novo dos EUA.

Horas antes, durante entrevista coletiva concedida em Nova York, Trump reforçou uma das mais polêmicas promessas de campanha e disse que o muro será construído e que o governo mexicano terá de arcar com os custos da obra.

“É evidente que temos algumas diferenças com o próximo governo dos Estados Unidos, como o tema de um muro pelo qual, obviamente, o México não pagará”, mas, mesmo assim, o governo mexicano trabalhará “para ter uma boa relação com os Estados Unidos e seu presidente”, disse Peña Nieto durante encontro com diplomatas estrangeiros.


Peña Nieto lembrou que as questões de imigração são de responsabilidade dos dois países, mas ressaltou que os Estados Unidos deveriam impedir a entrada de armas ilegais em território mexicano.

O presidente do México disse que planeja aumentar os investimentos para que as fronteiras tornem-se cada vez mais seguras, assim como tentará manter diálogos francos e abertos com Washington sobre temas como segurança, migração e comércio bilateral.

Disse também que continuará focado em uma integração comercial na América do Norte, assim como não manterá o fluxo livre de remessas de dinheiros dos mexicanos que moram nos Estados Unidos.

No momento em que a globalização é algo irreversível, a construção do anunciado muro é o que se pode chamar de contrassenso. O que Donald Trump deveria fazer, mas sua soberba não permite, é trabalhar juntamente com o presidente mexicano para melhorar as condições no país vizinho, o que de certo reduziria o fluxo migratório ilegal. Mas isso exige uma grandeza que Trump simplesmente desconhece.

apoio_04

SEM COMENTÁRIOS